O seu e-mail foi enviado

sair

Ocorreram erros, verifique os campos a vermelho

Faltam 500 caracteres

Cancelar

O exame grafológico

As bases psicológicas que actualmente o sustentam


Nesta segunda parte focaremos certos aspectos técnicos, apoiando-nos em dois exemplos de escritas, seleccionadas para facilitar a exposição e a compreensão de determinadas características passíveis de comparação. Lembramos que todas as escritas são constituídas por parâmetros comuns, o que no sistema de classificação da escola francesa é denominado por ‘’género’’. Esses parâmetros característicos da escrita são: a dimensão, a forma, a direcção, a velocidade, a pressão, a continuidade e a organização, assim como outros princípios decorrentes da concepção dos diferentes países. Quaisquer variações particulares que ocorram, tornam a escrita personalizada e consequentemente significativa ao nível psicológico. O modelo de caligrafia nacional, institucionalizado nas escolas, é uma das principais referências que permite proporcionar as variações dos parâmetros enunciados. Essas variações vão revelar os traços característicos da personalidade do autor.

A título de exemplo, uma escrita de grande dimensão (mais de 2,5/3mm), com formas volumosas, cheias e exageradas, e acrescentada de uma pressão apoiada, reúne características grafológicas que indicam uma hipertrofia do Ego. O exercício consiste em identificar esse síndroma gráfico, descrever e apreciar distintamente as manifestações dessa hipertrofia em termos comportamentais, sentimentais, relacionais, organizacionais, ou seja, as atitudes ao nível afectivo, cognitivo e comunicativo. Nesta óptica, todas as características grafológicas têm assuas correlações psicológicas. De forma ampla, todos os meios de comunicação escrita, quer fonética para os ocidentais, quer ideográfica para certas culturas Asiáticas, e mesmo pictural e/ ou hieroglífica para outras culturas, vão expor, revelar e denunciar a personalidade do autor.

Veja a continuação do artigo na página seguinte


Comentários

publicidade
publicidade
Cálculo do signo ascendente

Outros Sites

Site

SAPO Mulher

Sabota a sua vida?

Como o “diabinho” dentro da sua cabeça pode afetar o seu bem-estar
Site

SAPO Saúde

Pilates em casa

7 exercícios que pode fazer sem ir ao ginásio
Site

SAPO Crescer

Não deixe que a depressão lhe estrague as férias

Saiba o que deve fazer para se proteger
Site

SAPO Vídeos

Cerca de 180 segundos com Gustavo Santos

Dicas todas as semanas para viver um dia-a-dia mais feliz
Site

SAPO Zen

Quanto tempo tem o tempo?

Alexandra Lemos explica o fascínio do tempo