O seu e-mail foi enviado

sair

Ocorreram erros, verifique os campos a vermelho

Faltam 500 caracteres

Cancelar

Bem-me-quer, Mal-me-quer

Quando o retorno das relações não é o esperado



Um relacionamento feliz, quer seja conjugal, paternal, filial, quer seja com amigos, requer como premissa principal, o respeito e amor por mim mesma. Se me amar e respeitar, vou respeitar os outros também e não querer que eles ajam em função das minhas necessidades ou das minhas carências afectivas. Há 2000 anos Jesus disse que o mandamento principal era "Amar o próximo como a nós mesmos e a Deus acima de todas as coisas". Ou seja, se não me amar a mim, nem mesmo a Deus serei capaz de amar, o que faz todo o sentido. Se eu sinto que Deus me criou, ou que sou um ser divino, como posso não me amar, como posso eu estar perante a Fonte da Vida, sem amor por mim?

Para que esta mudança se processe, há uma pergunta fundamental, “Quem Sou Eu”? Esta é a chave que muda a nossa vida e a frequência do nosso padrão cerebral, mas a resposta só eu a posso encontrar. Do mesmo modo como quando se diz a alguém que é muito bonita, se a sua autoestima for muito baixa essa pessoa não vai acreditar. Se eu disse a alguém que é um ser divino, se não o sentir, não irá acreditar e nada se altera. Por isso, todo o processo de mudança é individual e tem que ser sentido no coração. Podemos falar de muitas técnicas mentais para elevar a autoestima, melhorar a imagem, emagrecer, cirurgias de estética, mas, em última análise, nenhuma vai funcionar se não acontecer o "clic" interior do coração que acorda para a vida e para a sua Divindade; e aí surge a Primavera e nenhum malmequer tem que ser desfolhado, pois sabemos que todos nos querem bem, e que todo o Universo conspira a nosso favor a cada segundo que passa, para o nosso Bem Superior.

No silêncio de cada amanhecer escutem a voz que vos saúda para um novo e belo dia, é a vossa Divindade Interior que vos sussurra palavras de amor, ansiando que possais acordar verdadeiramente para essa essência divina e maravilhosa que cada ser humano é, à face de todo este planeta. Escutem o silêncio, sigam a vossa intuição sem medo, o caminho está diante de vós e a Divindade abraça-vos. Namaste.



Isabel Costa
Naturologista e Palestrante
www.alquimiaalimentar.com
isacosta@netcabo.pt


Comentários

publicidade
publicidade
Cálculo do signo ascendente

Outros Sites

SAPO Mulher

A nossa mente e os padrões

Catalogamos e rotulamos segundo determinados estereótipos culturais

SAPO Saúde

Sapatos e joanetes

Descubra qual a ligação

SAPO Crescer

Como lidar com os filhos únicos?

Especialistas apontam estratégias para as famílias

SAPO Vídeos

Cerca de 180 segundos com Gustavo Santos

Dicas todas as semanas para viver um dia-a-dia mais feliz

SAPO Zen

Cristina Candeias

Saiba quais os aspetos principais do mapa astrológico e a sua simbologia