O seu e-mail foi enviado

sair

Ocorreram erros, verifique os campos a vermelho

Faltam 500 caracteres

Cancelar

Bem-me-quer, Mal-me-quer

Quando o retorno das relações não é o esperado



Um relacionamento feliz, quer seja conjugal, paternal, filial, quer seja com amigos, requer como premissa principal, o respeito e amor por mim mesma. Se me amar e respeitar, vou respeitar os outros também e não querer que eles ajam em função das minhas necessidades ou das minhas carências afectivas. Há 2000 anos Jesus disse que o mandamento principal era "Amar o próximo como a nós mesmos e a Deus acima de todas as coisas". Ou seja, se não me amar a mim, nem mesmo a Deus serei capaz de amar, o que faz todo o sentido. Se eu sinto que Deus me criou, ou que sou um ser divino, como posso não me amar, como posso eu estar perante a Fonte da Vida, sem amor por mim?

Para que esta mudança se processe, há uma pergunta fundamental, “Quem Sou Eu”? Esta é a chave que muda a nossa vida e a frequência do nosso padrão cerebral, mas a resposta só eu a posso encontrar. Do mesmo modo como quando se diz a alguém que é muito bonita, se a sua autoestima for muito baixa essa pessoa não vai acreditar. Se eu disse a alguém que é um ser divino, se não o sentir, não irá acreditar e nada se altera. Por isso, todo o processo de mudança é individual e tem que ser sentido no coração. Podemos falar de muitas técnicas mentais para elevar a autoestima, melhorar a imagem, emagrecer, cirurgias de estética, mas, em última análise, nenhuma vai funcionar se não acontecer o "clic" interior do coração que acorda para a vida e para a sua Divindade; e aí surge a Primavera e nenhum malmequer tem que ser desfolhado, pois sabemos que todos nos querem bem, e que todo o Universo conspira a nosso favor a cada segundo que passa, para o nosso Bem Superior.

No silêncio de cada amanhecer escutem a voz que vos saúda para um novo e belo dia, é a vossa Divindade Interior que vos sussurra palavras de amor, ansiando que possais acordar verdadeiramente para essa essência divina e maravilhosa que cada ser humano é, à face de todo este planeta. Escutem o silêncio, sigam a vossa intuição sem medo, o caminho está diante de vós e a Divindade abraça-vos. Namaste.



Isabel Costa
Naturologista e Palestrante
www.alquimiaalimentar.com
isacosta@netcabo.pt


Comentários

publicidade
publicidade
Cálculo do signo ascendente

Outros Sites

Site

SAPO Mulher

Sabota a sua vida?

Como o “diabinho” dentro da sua cabeça pode afetar o seu bem-estar
Site

SAPO Saúde

Pilates em casa

7 exercícios que pode fazer sem ir ao ginásio
Site

SAPO Crescer

Não deixe que a depressão lhe estrague as férias

Saiba o que deve fazer para se proteger
Site

SAPO Vídeos

Cerca de 180 segundos com Gustavo Santos

Dicas todas as semanas para viver um dia-a-dia mais feliz
Site

SAPO Zen

Quanto tempo tem o tempo?

Alexandra Lemos explica o fascínio do tempo